Tudo o que você precisa saber sobre a Próstata

O tratamento da prostatite é feito através do uso de antibióticos e de remédios para diminuir a dor, mas em alguns casos a internação hospitalar pode ser necessária para tratar a doença com medicamentos na veia. No entanto, quando os antibióticos não conseguem combater a infecção, é preciso fazer uma cirurgia para retirar a região inflamada da próstata.

Na presença desses sintomas, deve-se procurar o médico urologista para identificar a causa do problema e iniciar o tratamento adequado.

O tratamento do câncer de próstata é feito com cirurgia para remover o tumor, sendo necessário em alguns casos remover a próstata toda. Outras formas de tratamento que podem ser usadas juntamente com a cirurgia são a radioterapia e o tratamento com hormônios, para diminuir o tumor e reduzir o risco de a doença voltar. Além disso, mesmo após o câncer ter sido curado, é importante fazer exames regulares para identificar precocemente caso o tumor reapareça.

O tratamento para a hiperplasia benigna da próstata pode ser feito através de remédios para relaxar o músculo da próstata, hormônios para diminuir o tamanho do órgão ou, nos casos mais graves, cirurgia para remover a próstata.

A próstata é uma pequena glândula do tamanho de uma noz, localizada entre a bexiga e a pélvis do homem. Sua função no organismo é produzir parte do líquido que forma o esperma, ajudando a alimentar e proteger os espermatozoides.

A hiperplasia benigna da próstata, também conhecida como próstata crescida ou inflamada, é o aumento do tamanho da próstata, mas sem a presença de câncer. É comum que muitos homens apresentem esse problema em algum momento da vida, pois ocorre um aumento natural da próstata com o passar da idade.

A próstata está localizada entre a bexiga e a pélvis do homem, estando à frente do reto, que é a porção final do intestino, e, por isso, é possível sentir a próstata através do exame de toque retal.

  • Dor ou ardor ao urinar ou ao ejacular;
  • Sensação de bexiga cheia, mesmo após urinar;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Diminuição da força e do jato de urina;
  • Dor abaixo do umbigo e na zona entre os testículos e o ânus;
  • Dor nas costas, principalmente na região lombar.

O câncer de próstata é mais comum em homens com mais de 50 anos, mas também pode aparecer mais cedo, principalmente quando se tem histórico na família desta doença.

O câncer da próstata é um tumor que costuma ser indolente, crescendo lentamente, podendo permanecer assintomático por vários anos.

Existem quatro importantes exames para avaliar a próstata. O mais simples é o toque retal. Como a glândula prostática fica colada ao reto, através do toque retal é possível palpá-la, podendo-se obter informações sobre o seu tamanho e formato.

Um dos grandes problemas da glândula prostática é a sua tendência a crescer com o passar do anos, principalmente após os 40 anos. O aumento da próstata recebe o nome de hiperplasia benigna da próstata.

Para saber detalhes sobre a hiperplasia benigna da próstata, leia: HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA | Sintomas e tratamento.

A glândula prostática fica localizada logo abaixo da bexiga e à frente do reto (porção final do intestino grosso). Colada à próstata também ficam as vesículas seminais, órgãos responsáveis pela produção de parte do líquido presente no esperma (veja figura ao lado para entender melhor onde fica a próstata).

A hiperplasia benigna da próstata é tão comum que acomete metade dos homens com mais de 50 anos e mais de 80% dos homens com mais de 80 anos de idade.

Por dentro da próstata passa a uretra, canal que drena a urina da bexiga em direção ao pênis. Também por dentro passam os vasos deferentes, que são os canais que trazem os espermatozoides produzidos pelos testículos. Os vasos deferentes desembocam na uretra no interior da próstata.

A prostatite é uma doença causada pela inflamação da próstata.

Como o vaso deferente desemboca na uretra dentro da próstata, é preciso haver algum controle para que a urina da bexiga não se encontre com os espermatozoides vindos do testículos. Quando o homem ejacula, a próstata se contrai, empurrando os esperma em direção ao pênis e fechando a porção do ureter que se conecta à bexiga. Deste modo, há a garantia de que não haverá passagem de urina durante a ejaculação.

O tamanho da próstata muda com a idade. Em homens mais jovens, é do tamanho aproximado de uma noz. Mas pode ser muito maior em idosos.

Segundo uma pesquisa da Prostate Cancer UK, instituição de caridade dedicada à pesquisa do câncer de próstata, um em cada cinco britânicos não sabem nem que tem esta glândula.

“Se tem antecedentes familiares, são negros (homens negros têm o dobro de probabilidade de desenvolver câncer de próstata do que a população geral) ou tem mais de 50 anos, devem consultar médicos.”

Cerca de um em cada sete homens será diagnosticado com câncer de próstata ao longo da vida, segunda a Sociedade Americana do Câncer.

Devido a sua localização, os principais sintomas são urinários:

Logo atrás da próstata encontram-se as glândulas chamadas vesículas seminais, que produzem a maior parte do líquido do sêmen.

A idade média do diagnóstico é 66 anos.

Estes são links externos e abrirão numa nova janela

Fechar painel de compartilhamento